Papeando: Publicando meu primeiro livro

Postado por Dayanne às 14:24

Sempre tive dúvidas, medo e insegurança quando o assunto é "Publicar um livro".  Desde pequena que amo escrever e inventar histórias. Mas sempre tem alguém para falar "É muito difícil, você não vai conseguir publicar seu livro". Mas não considerei essas opiniões, e claro, segui em frente. Ainda não acabei de escrevê-lo mas com certeza quando digitar sua última palavra vou ir à procura das editoras. E para provar que quando a gente quer, a gente consegue, hoje trago a simpática Cybelle, para contar um pouquinho pra gente sobre as dificuldades, e outros acontecimentos que enfrentou na busca da publicação do seu primeiro livro "Palavras Apaixonadas". Para saber mais da autora, é só visitar seu blog Voando Sozinha.



Entrevista:


1- Como é a sensação de ter um livro publicado?
 É estranho e ao mesmo tempo incrível, porque eu não me acostumei com a sensação de ser chamada de escritora sabe? Ou ser chamada de inspiração para outras meninas como muitas vezes eu sou chamada, é estranho pra mim, mas incrivelmente gostoso e apaixonante. Eu estou adorando e adoro ser inspiração para outros sonhos.

 2- Qual é a maior dificuldade que encontrou, quando acabou de escrever seu original e foi à procura das editoras?
 A maior dificuldade foi conseguir achar um espaço sozinha sem apoio nenhum no mercado editorial, pra um autor desconhecido é muito difícil, pra mim a minha pior barreira foi eu mesma sabe? E depois foram as condições financeiras (pois a maioria das editoras exigiam muito dinheiro) a aprovação, a pressão, a comparação, o medo da aceitação e tantas outras coisas.

Compre aqui

 3- Entre todos os textos publicados no livro, qual você mais se identifica? 
 Ah é complicado, porque todos eles tiveram partes muito significativas, esse livro é muito sentimental, ele é bem expressivo, bem exposto, acho que por isso é bem fácil de se identificar. Mas de todos eu acredito que "Feita de vidro e tudo que aprendi antes do 21"

4- Qual tática você utiliza quando falta inspiração para escrever?
Eu não forço, quando não vem inspiração, eu paro, faço algo, assisto filme ou ouço música ai quando volta eu escrevo. O jogo é distrair a mente para que ela relaxe, porque forçar nunca sai nada que preste rs. Nossa mente também precisa de break.



 5- Fale um pouco do processo de envio, aprovação e publicação.
Varia de editora pra editora, tanto o pagamento de quantia quanto o contrato e benefícios. Mas posso dizer que para enviar a obra você tem que ser persistente, juntar seu material, saber bem o que quer e ter a certeza de aquela editora publica o seu tema. Ir atrás, perguntar se avaliam o original, se estão em processo, esperar porque normalmente demora (algumas são por-email e algumas por correio) e esperar.

6- Na sua opinião, as editoras em si estão muito exigentes quanto aos conteúdos? 
Sim, principalmente com autores iniciantes que elas não conhecem e acho que ai ainda existe um certo " preconceito" elas não sabem se aquela obra vai vender, se elas vão realmente lucrar com aquilo. Porque um autor, pode ter talento, mas a história pode não ir pra frente, ai a editora acaba perdendo e não sai vantajoso. É uma via de mão dupla que tem que ser muito bem estudada.  É muita cautela, mas ainda acho que as editoras tem que abrir mais espaço para os autores mostrarem que podem ser publicados.

7- Conte um pouco sobre o livro "Palavras apaixonadas" .
É um livro pra tocar corações e consolar corações também por que não? É um livro de contos e crônicas mas muito emocional. Eu deixo os sentimentos estalando nas linhas dos textos, eles estão bem explícitos, então acho que tem como se identificar, e pensar  "nossa achei que fosse só comigo" tem contos na versão masculina, que eu adoro fazer. Contos de histórias curtas, é um livro pra agradar vários gostos.


 8- Quais editoras você indica para quem tem o sonho de publicar um livro?
Não vou citar nomes, mas editoras pequenas, e médias que normalmente dão mais atenção e tem mais cuidado com a obra do autor iniciante.

 9- Pretende publicar algum outro futuramente? 
Claro, ele já está sendo escrito. É um romance, se chama "Escrevendo nossa história, a força do destino" o casal já tem nome " Claire e Miguel" e vai ser um livro conturbado.

10- Qual conselho daria para quem tem um sonho de ter um livro ocupando a prateleira de várias pessoas?
Você é a força dos seus sonhos, ninguém nunca pode te dizer que não é possível. Um dia eu vi a Carina Rissi (autora) postando: O impossível só não acontece se você não acredita...




A grande intenção dessa entrevista foi mostrar para vocês que quando a gente quer, a gente realiza. Independente do que os outros falam. Coloque na cabeça "Eu vou conseguir" e ponto. Eu já coloquei, e quem sabe daqui um tempo eu esteja escrevendo sobre meu livro por aqui? 

Espero que tenham gostado e boa sorte para nós!






7 comentários

7 comentários:

Deborah almeida disse...

Ola lindona , achei bem legal a entrevista , nunca tinha visto falar deste livro mais conserteza vou , querer da um olhada nele sim , parabéns a autora , e sucesso , seguindo seu cantinho se pode retribua ficarei muito feliz com sua presença lá mega bjs


http://pramulherlindatododia.blogspot.com.br

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde, amiga ótima entrevista
sucesso amiga.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Larissa Gomes Ramos disse...

ahhh *o* eu comecei a escrever um livro com 9 anos ashudhausf maas era mt ruim!
sempre tive um desejo sabe, de escrever!
parabéns pra ela! deve ser um sonhooo né *--*
adorei a entrevista!
obrigada pelo comentário no meu blog lindona...
beijos da Lari <3
www.callmelari.com

Ellen Alves disse...

Sou louca pra ter um livro publicado, também! Eu conheço a Cy e adoro ela! Louca, pra ler su livro, Cy!!
Beijinhos <3
http://www.momentosassim.com/

Diulie Caroline disse...

Amo o livro dela mesmo que eu ainda nem li! Já vi algumas resenhas positivas, o que fez adicioná-lo a minha wishlist literária! Quero muito comprar ele pra adicionar na minha maratona de férias!

Beijos
Mais que Estrelas

Pamela Sensato disse...

Amei a entrevista.......
Estou seguindo o blog!!

Beijosss!!!

==> Blog Resenhas da Pâm

Thamara Laila disse...

Nossa Dayanne, isso era tudo que eu precisava ler hoje. Atualmente, sou estagiária de um jornal do Rio, mas mesmo assim ainda me sinto insegura com meu sonho de escrever um livro. Me sinto mais repórter do que escritora, mas com 18 anos me sentia ao contrário.

Realmente foi muito bom ler essa entrevista hoje! E até me deu umas ideias de pautas, haha (olha lá, ela sendo repórter, rs).

Enfim, abraços!

Se quiser, pode dar uma olhada no meu blog, parei de publicar pq o jornal estava me consumindo, mas agora estou voltando..

Blog: http://blogsobretantafalta.blogspot.com.br/

Fica com Deus!

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Olá, se você chegou até aqui não deixe de expressar sua opinião sobre o post :) Caso tenha um blog, não esqueça de deixar o link tá? Muito obrigado pela visita e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sentimento Singelo Copyright © 2012 - Design by Dayanne Cassimiro - Ilustração: Malipi