Véspera de Natal - Parte 1

Postado por Dayanne às 23:59

Hoje quando me levantei pela manhã, passou pela minha cabeça aquela história da véspera de Natal, quando ainda éramos amigos. Naquele dia você insistiu em me arrastar pra dentro do quarto, dizendo que queria me mostrar alguma coisa e mesmo com medo eu fui. A gente havia fugido da "união de famílias" que nossos pais resolveram ter no fim de ano, tudo por culpa da sua ideia louca. Você sempre foi aquele tipo de cara que escolhe no dedo a garota que deseja, e mesmo você sendo meu melhor amigo, eu sempre tive medo de ser uma dessas garotas.

Quando entramos na sua casa, ela estava totalmente em silêncio e meu coração a cada segundo ficava mais acelerado de tanta ansiedade. Você segurou meu rosto, respirou fundo e logo em seguida olhou nos meus olhos. Pude sentir meu coração sair pela boca.

- Vem cá.. - Você disse, abrindo a porta do seu quarto.
- Tem certeza?
- Sim.
- Estou com medo.
- Não fique!
- Minha mãe pode achar a gente aqui, e já é quase meia noite. - Eu falei.
- Eu sei, mas preciso te mostrar uma coisa.
- (silêncio)

Você me puxou pelo braço, abriu uma gaveta estranha e pegou alguma coisa de lá de dentro.

- O que tem dentro dessa caixa? - Perguntei, e você sorriu. Não entendi porque.
- Toma... pode abrir.

Segurei a tal caixa e me sentei na sua cama. Dentro, tinha vários papéis com nomes diferentes que assinavam no final.

- Cartas?
- Sim, acho que é das minhas amigas.
- Porque tenho que ver isso?
- Não são essas que quero te mostrar. Pegue aquela com envelope amarelo.. essa é pra você.



[Leia a parte 2: Clique Aqui]






Comente

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Olá, se você chegou até aqui não deixe de expressar sua opinião sobre o post :) Caso tenha um blog, não esqueça de deixar o link tá? Muito obrigado pela visita e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sentimento Singelo Copyright © 2012 - Design by Dayanne Cassimiro - Ilustração: Malipi