Conselhos de família...

Postado por Dayanne às 15:40


- Sai dessa internet e vai estudar!!!
- Mas mãae...
- Nada de "maaas mãe" menina. É isso mesmo que você ouviu, sai logo e obedece. Ja saiu?


Nossos pais ás vezes não se dão conta de que seus filhos cresceram, ou talvez, nunca quiseram aceitar. Calma, eu explico! Por exemplo: Tenho 18 anos, e no final do mês de dezembro faço 19. Minha mãe me trata como se eu tivesse, sei lá, uns 14. "Vai voltar que horas?" "Você tem que estudar mais tarde  para o vestibular" "Olhe bem antes de atravessar a rua." "Não esquece a chave." "Leva o celular" "Me liga quando chegar" . Ás vezes acho isso um saco. Mas até que de vez em quando, enxergo essa atitude como coisa de mãe mesmo - aquela ambição de querer proteger demais. Vai saber.

Ainda bem que minha família nunca obrigou ninguém a nada. "Sua tia é médica, sua Vó foi enfermeira, e eu trabalho na área da saúde! Então o que você tem que ser filha? Médica né..." Não, nada disso. Ninguém nunca me falou nada do tipo, graças a Deus. Escolhi sozinha a minha própria profissão, e o motivo de todos os meus estudos até hoje são para garantir meu futuro!

Ás vezes somos obrigados a fazer escolhas difíceis na nossa caminhada. E quando crescemos, a decisão mais importante não é quanto a cor do vestido usar, ou qual penteado fazer para ir na escola. Crescer é muito difícil, e mais difícil que isso, é amadurecer. Talvez seja esse o motivo da minha mãe querer me mostrar que nem tudo é tão fácil quanto parece. Que nada se desfaz com "ctrl+z" e nem existe tanta facilidade depois do portão da nossa casa.

Minha Vó sempre dizia: "Para se realizar qualquer sonho, é preciso percorrer uma longa caminhada. No circuito, você poderá encontrar pedras ou também pessoas com más intenções. Mas não se assuste! Quem quer mesmo realizar, vai em frente e acredita. Independente de qualquer coisa. A pessoa quando quer conquistar, ela para de falar. E começa a fazer..."

E nessa busca pela minha tão sonhada independência, vejo que minha Vó estava mesmo certa. Vou seguir em frente independente de qualquer coisa. E o resto? Ah... isso a gente descobre no caminho.



- Tá bom mãe, já estou saindo...

(Dayanne está offline)


2 comentários

2 comentários:

Débora Alves disse...

Amei esse texto. A família é tão importante, eu nunca trocaria a minha por nada nesse mundo ♥
Amei,
xooxo
sorrisoselivros.com

Gabriela Cassimiro disse...

Quee lindo princeza ! Parabéns pelo seu sucesso . P.S já estou te seguindo :d

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Olá, se você chegou até aqui não deixe de expressar sua opinião sobre o post :) Caso tenha um blog, não esqueça de deixar o link tá? Muito obrigado pela visita e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sentimento Singelo Copyright © 2012 - Design by Dayanne Cassimiro - Ilustração: Malipi